Buscar
  • Ana Quirino

PASSO A PASSO PARA DAR FEEDBACK NEGATIVO EM UM PROCESSO SELETIVO



Oferecer feedbacks em um processo seletivo é um compromisso desafiador, por isso preparamos esse passo a passo para te ajudar a estruturar uma cultura de feedback e começar a praticá-la agora mesmo.


Antes de investir energia nessa ação, é importante definir qual será a cultura de feedbacks da sua organização, ou seja: serão feedbacks profundos e personalizados ou mais superficiais e genéricos? Todos os candidatos receberão feedbacks ou somente aqueles que foram até uma determinada fase do processo seletivo? Invista tempo para responder essas perguntas.


Aqui na Conceito 3W, oferecer feedbacks no processo seletivo é uma ação inegociável e, quando se trata de feedback negativo, o negócio fica mais denso.


Separamos algumas práticas que podem contribuir para uma estrutura de feedback que funciona na vida e rotina real:


1) Depois de definir a cultura de feedbacks da sua empresa, defina como irá funcionar e quem será o responsável pelos disparos (ex: uma consultoria ou uma pessoa especifica do time? Por telefone, SMS ou e-mails?)


2) Se coloque no lugar do candidato - Pior do que receber um feedback negativo é não receber nenhum feedback. Ficar sem uma resposta tortura e todo candidato merece ao menos saber que não evoluiu para uma próxima fase.


3) Tenha em mente que feedbacks contribuem para uma boa imagem da empresa, então não deixe de ressaltar para os candidatos que todo o esforço dedicado no processo seletivo foi válido, mesmo que naquele momento a resposta não tenha sido um sim.


Aqui na Conceito 3W, sempre nos despedimos de um feedback negativo dizendo que não é um adeus e sim um até logo! Deixe as portas abertas :)


Esse conteúdo te ajudou de alguma forma? Então encaminhe para um colega que tem muita dificuldade de oferecer feedbacks no processo seletivo!




0 visualização0 comentário